Desenvolvimento

Jarilson de Alencar
http://www.3wconnect.com.br

- Sites Institucionais
- Sites Personalizados
- Sistemas sob medida
- Sistema Hoteleiro
- Aplicativos
- Mídias Sociais
- E-mail Marketing

 

Parceria

Portal Destaque Turístico
http://www.destaqueturistico.com.br
contato@destaqueturistico.com.br

CNPJ: 26.233.609/0001-02
R. Br de Aracati, 1932
Aldeota - Fortaleza - Ceará
CEP 60.115-081


(85) 98808-8787 Oi/WhatsApp

(85) 99808-0661 Tim/WhatsApp

Sombra e água fresca, praias quentes e mar cristalino, e muito, muito, calor: eis o litoral nordestino. Imperdível destino de férias entre aqueles que apreciam um bom mergulho no mar, a região composta por nove estados tem riquíssimo valor cultural e representa com maestria os fortes sabores brasileiros.

Quem gosta de praia sempre tem no nordeste grandes opções de escolha. A diversidade de cenários é o grande barato do lugar, tem paisagens para todo gosto: dunas, falésias, rios, lagoas, mangues, ilhas e praias a perder de vista. Com a abundância de cidades maravilhosas, difícil será escolher só uma para conhecer nas férias. Curta a beleza das mais belas praias brasileiras e se encante com um povo alegre e arretado.


FORTALEZA
Fortaleza é um dos destinos turísticos mais cobiçados no Brasil e, depois de conhecer a variedade de atrativos que a cidade oferece, fica fácil entender o porquê desse sucesso. Com o poder de agradar pessoas de todas as idades, a capital cearense mistura muitas coisas de que o brasileiro gosta: belezas naturais, cultura, música, diversão e uma culinária de tirar o chapéu. São mais de 2,5 milhões de habitantes em uma cidade em que o mar estonteante está completamente integrado ao dia a dia. Seja para pegar um sol durante o dia ou para caminhar à noite, o litoral é um dos destaques da capital. A orla urbana - acompanhada por edifícios altos e um calçadão animadíssimo -, além das praias de Iracema, Meireles, Mucuripe e do Futuro, e da Ponte dos Ingleses no final da tarde, são programas imperdíveis. Visitar o Beach Park, um dos parques aquáticos mais famosos do Brasil, é também um programa clássico que agrada mesmo aqueles que não são tão adeptos de adrenalina (se adrenalina é o que você procura, prepare-se para o Insano, um toboágua com queda impressionante de 41 metros!).

Não se pode falar das praias de Fortaleza e esquecer as megabarracas de praia, que ganham um significado especial nessa parte do país. As barracas da Praia do Futuro - a praia mais famosa da cidade - são enormes e muito estruturadas, com piscina, wi-fi e até playground. Ir à Praia do Futuro é sinônimo de escolher uma barraca para passar o dia (e são tantas opções que você provavelmente ficará em dúvida sobre qual delas escolher). É diversão para toda a família, com conforto na beira da praia.
A proximidade com o oceano é um ótimo pretexto para comer peixes, camarões, lagostas e, claro, caranguejo! Quinta-feira é um dia sagrado para os fortalezenses comerem o caranguejo; se você estiver na cidade nesse dia, não perca o momento, pois é praticamente um evento! Vale a pena, também, dar vez aos pratos mais regionais, como carne seca, baião de dois e as tapiocas, servidas com um grande leque de recheios. Para levar para casa, vale a pena comprar algumas castanhas; melhor ainda se forem compradas fresquinhas na Feira de Artesanato da Av. Beira Mar, point para compras.

Nem só de belezas naturais vive Fortaleza e quem é adepto de um programa cultural encontrará várias opções. O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, ou apenas Dragão, é uma das melhores opções para ver uma exposição, assistir a um filme e, de quebra, curtir um barzinho no fim do dia. Aliás, a vida noturna da capital é tão animada quanto a vida diurna. De segunda a segunda, Fortaleza tem atrativos para curtir a noite e, se você não perde a oportunidade de dar risadas, assistir a um show de humoristas cearenses é obrigatório. O forró também é de lei, ideal para quem gosta de dançar.

Praias de mar esverdeado, orla movimentada, oportunidades para comprar artesanato, comer camarões e caranguejos frescos, dar muitas risadas nos shows de humor e dançar um forrózinho esperto... Fortaleza é isso e muito mais.

Não conhece a cidade ainda? Pois "avia, meu povo!".


JERICOACOARA
Jericoacoara é uma vila do município de Jijoca, a 300km de Fortaleza, na costa oeste do Ceará. Um lugar místico, de belezas naturais ímpares e bastante popular entre os naturalistas que procuram sossego. Com sol o ano todo e ambiente aconchegante, o lugar está preparado para receber turistas que buscam um diferencial em suas viagens.

Entre dunas, mar, lagoas e mangues, a vila é um refúgio diante da modernidade das grandes cidades. Por lá não há iluminação pública, necessidade de carro ou ruas calçadas. No ar é perceptível um clima rústico, de simplicidade e a certeza de encontrar um povo hospitaleiro, que entende que quem faz a roda d'água girar é o turismo.

A dificuldade do acesso ajuda a manter esse clima singelo, mas ainda assim o  lugar atrai turistas do mundo inteiro.  Jeri (assim chamada pelos íntimos) é também destino certo daqueles que amam velejar – os ventos de lá são os melhores do mundo para a prática de kite e windsurf . Não há tempo ruim nem idade que impeçam quem se aventura em algumas aulas.

Não faltam lugares interessantes para conhecer, bons restaurantes, festas e loijinhas de artesanato. Conheça a atração mais falada: a Pedra Furada; ande até cansar nas areias fofas e, no final da tarde, suba a Duna do Pôr do Sol para apreciar, imponente, o sol se despedindo junto ao mar. E quando um nativo esticar o beiço para dizer “é logo ali”, fica o aviso: prepare-se para andar.


CANOA QUEBRADA
Canoa é um dos destinos mais populares no Ceará, quando o assunto é praia. Misticismo e contato com a natureza não faltam. Muito procurada por hippies desde os anos 70, Canoa foi recentemente pavimentada e é uma boa opção para quem quer aproveitar um pouco do extenso litoral brasileiro com tranquilidade. Esse vilarejo do municipio de Aracati tem várias pousadas e bastante opções de restaurantes, atraindo cada vez mais pessoas.

A praia, bem extensa, com água limpinha e agradável o ano todo, tem barracas para todos os gostos. Delas você pode observar o paredão de falésias multicoloridas, marca de Canoa, que encantam quem vê de perto e deram origem à arte feita com areia que se espalhou pelo Brasil – a silicogravura.

Concorrente direta de Jericoacoara, Canoa ganha em alguns quesitos, como a estrutura. Se durante o dia a grande pedida é a praia, à noite, a estrela local é a Broadway. A rua de nome estrangeiro é onde tudo acontece - bares e restaurantes concentram-se ali, fazendo a alegria de turistas e locais.

Quando estiver lá, não deixe de fazer os passeios de buggy pelas dunas e de ir até Ponta Grossa, com cores tão diversas nas falésias que é fica difícil acreditar. Aproveite também a praia, que, apesar de ser só uma, é bem grande, com bons ventos para kite e windsurf. A água é gostosa e, aproveitando a ótima estrutura das barracas, sua passagem por lá será inesquecível.
 
PARNAÍBA
Escondidinha lá no norte do Piauí, a pequena Parnaíba já entrou para o mapa mundial. Afinal, a cidade é porta de entrada do Delta do Parnaíba, único em mar aberto das Américas e o terceiro maior do mundo (atrás de Rio Nilo e Mekong). Em comparação com grandes centros turísticos do Nordeste, o litoral do Piauí é tão lindo quanto, mas conserva o charme dos lugares pouco explorados – o que traz vantagens como praias mais limpas e menos lotadas!

O Delta do Parnaíba é considerado uma das mais belas paisagens do mundo. A aventura começa com uma rápida viagem de 4×4 até a Ilha Grande, de onde saem os passeios de lancha pelo rio. A viagem percorre mangues e florestas e, na maré cheia, pode-se testemunhar o espetáculo do encontro das águas do rio e do mar.


Um dos lugares imperdíveis de Parnaíba e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Porto das Barcas oferece uma vista incrível da cidade. A combinação de natureza e arquitetura dos séculos XIX e XX conferem todo o charme ao local, que é o ponto de origem de Parnaíba e referência histórica da cidade.

O centro histórico é composto por armazéns antigos construídos pelos escravos, que serviam para o estoque de produtos do comércio de importação e exportação, como a carne de charque e outros gêneros. Atualmente nesses armazéns funcionam lojas de artesanato, pontos de alimentação, agências de ecoturismo e pousada, reunindo frequentemente moradores de Parnaíba e um grande número de turistas, que buscam conhecer parte da história da região.

Conhecida popularmente como Beira Rio, a Avenida Nações Unidas passa pelo Rio Igaraçu no bairro do Carmo, um dos mais antigos de Parnaíba. O local concentra um grande número de tradicionais bares, pizzarias e restaurantes com pratos da culinária regional, destacando-se a torta de camarão e receitas com frutos do mar. Outra atração do local é o Calçadão Cultural, espaço que recebe nas noites de sexta-feira grande público para prestigiar atrações musicais com artistas da terra e convidados.


LENÇÓIS MARANHENSES
Não existe nada comparável aos fascinantes Lençóis Maranhenses. O Pólo Parque dos Lençóis, situado no litoral oriental do Maranhão, envolve os municípios de Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas, este último sendo o principal portão de entrada para esta fantástica beleza natural.

Existe mesmo uma época correta para se visitar os Lençóis Maranhenses? Existe sim um perído mais favorável!Durante todo o ano é possível visitar os lençóis maranhenses e encontrar lagoas para se banhar mas, como as lagoas se formam com o acúmulo da água da chuva, a falta de chuvas pode esvaziar algumas das lagoas dependendo do período do ano.Chove durante todo o primeiro semestre, de dezembro a junho, e as chuvas costumam terminar pouco antes do início das festas juninas, que inauguram o início da alta temporada no Maranhão.

É lindo. É único. É o ecossistema mais original do Brasil.

Mas de "deserto", os Lençóis Maranhenses só têm mesmo a areia. Chove bastante no primeiro semestre, que é quando as lagoas enchem. Tão logo as chuvas cessam, lá por junho, e o sol passa a brilhar todos os dias, as lagoas começam a secar. Em meados de outubro, a maior parte estará vazia. Nem só de lagoas entre dunas são feitos os Lençóis Maranhenses. O Rio Preguiças é caudaloso o ano inteiro -- e proporciona passeios de voadeira, atividades aquáticas e banhos gostosos.

Em Atins a temporada vai até mais tarde, graças aos ventos que sopram forte até dezembro, atraindo kitesurfistas do mundo inteiro. Vá com tempo, e não se limite a Barreirinhas -- combine a capital dos Lençóis Maranhenses com pelo menos um dos vilarejos localizados dentro do parque nacional: Santo Amaro, que tem as lagoas mais bonitas, e Atins, com ruas de areia, uma praia rústica e o charme trazido pelo pessoal do kitesurf. E se seu preparo físico permitir, opte por fazer a travessia dos Lençóis Maranhenses caminhando. É o Trekking mais bonito de todo o Brasil, sem sombra de dúvidas. Além de ser a melhor forma de conhecer este Parque Nacional na sua íntegra.

NATAL
Fundada em 25 de dezembro, não havia nenhum nome que mais bem representasse a cidade. Na esquina do Brasil, Natal fica num ponto estratégico do nosso continente. A capital é digna do título de “cidade grande” e se destaca não só pelo visual, como também pela gastronomia. Famosa pelo ar puro e por ser considerada a cidade com mais dias de sol no Brasil (uma média de 300 por ano), Natal vem se organizando para receber a Copa do Mundo em 2014.

É uma das cidades brasileiras em que as dunas fazem parte do cenário urbano e  a natureza tenta harmonizar com a necessidade dos moradores – no meio da cidade está preservado o Parque de Dunas, segunda maior área de preservação urbana no país.

Praias, rios e áreas verdes também fazem parte do cenário cotidiano dos potiguares. Natal tem muitos passeios interessantes e seu destino lá é certo: Ponta Negra. Quase todos os hotéis se concentram no bairro e a facilidade de ficar por ali é que toda a estrutura de que um turista precisa está bem perto: praia excelente, bons restaurantes e bons hotéis.

Característica marcante da cidade são os passeios de buggy. Sua única dúvida em Natal deve ser na hora de responder à pergunta “Com emoção, ou sem emoção?”; mas prepare-se, porque com emoção é muito melhor!


PIPA
A Praia da Pipa é um refúgio no Rio Grande do Norte, a 80km de Natal. Difícil dizer o que é mais bonito na região; lá você pode entrar em contato com a natureza, desfrutar de praias com um visual incrível, observar as falésias junto ao mar ou aproveitar a água belíssima. O distrito de Pipa pertence a Tibau do Sul e hoje em dia é uma região bastante popular, não só no Brasil como também no exterior. A vila atende os desejos de todas as idades; há tanto tranquilidade quanto badalação. Aliás, tudo fica bem centralizado por lá – A Av. Baía dos Golfinhos é a rua principal, e só de andar por ela você já consegue sentir a energia do lugar. No início da noite, a rua de paralelepípedos fica cheia e os carros disputam lugar com os turistas.

Tudo é muito charmoso em Pipa... dos restaurantes às praias. Visitando o lugar, não deixe de reservar um tempo só para observar os golfinhos – e nem precisa pagar nada pra isso, pois na Baía dos Golfinhos você consegue vê-los com facilidade. Guarde outro momento para andar pelo Santuário Ecológico e caminhar entre a praia do Centro e a Praia do Amor. São lugares com um visual incrível! Por último, mas não menos importante, destaca-se a Lagoa da Coca-Cola, uma lagoa entre dunas com coloração bem diferente do normal.

Seja para descansar, conhecer gente, namorar, pegar um bronze ou não fazer nada simplesmente, Pipa é um lugar muito agradável e certamente guarda algumas das praias mais bonitas do Brasil.